terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Que tosse é esta?

Que tosse é esta?
Nas estações mais frias, a constipação e a gripe instalam-se em organismos mais frágeis e mais desprotegidos. É essencial proteger as suas vias respiratórias para evitar as infeções por vírus, especialmente para não correr o risco de desenvolver uma pneumonia. Dos sintomas mais incómodos, destaca-se a tosse seca, excessiva e irritativa que nos pode chegar a tirar horas de sono, e a tosse produtiva, que se revela através de muco presente nos pulmões ou nos brônquios.

Uma vez que dormimos deitados, horizontalmente, sem qualquer elevação do nosso corpo, faz com que qualquer partícula irritativa presente nas vias expiratórias interiores mais facilmente passe para as superiores.
Ninguém pode dizer que nunca teve um ataque de tosse noturna: isto sucede devido ao fato de o nosso sistema respiratório não conseguir fazer um ciclo completo e correto de respiração adequada: se os pulmões já estão infetados, as pequenas partículas do vírus são expelidas naturalmente pelo organismo. Daí que a tosse seja um reflexo do próprio corpo que reconhece a presença de algo estranho. Para quem sofre do tipo de tosse seca e irritativa, existem produtos no mercado, como os antitússicos, que fazem com que os sintomas aliviem e acalmem o sistema respiratório, de modo a conseguir manter a qualidade de vida que pretende, sem deixar de fazer o que gosta.

Normalmente os antitússicos são mais utilizados à noite, para evitar noites passadas em branco a tossir persistentemente. Atuam de forma rápida e eficaz e são direcionados para o tratamento sintomático da tosse de origem irritativa, do tipo que não produz expetoração. Significa que, se os seus sintomas incluírem tosse produtiva, é desaconselhado o tratamento com este tipo de produtos.
Existem outros destinados para esses casos específicos. Tenha especial atenção ao fazer o tratamento com este tipo de produtos caso a sua tosse seja crónica ou persistente, que acontece muito em fumadores ou doentes asmáticos.

Informe-se junto de uma farmácia, indique os seus sintomas e o seu historial, de maneira a que o tratamento seja adequado e eficaz. Se o seu caso é de sintomas como tosse com expetoração, o tratamento será diferente do da tosse seca. Se sofre de tosse produtiva, ou seja, se produz muco ou expetoração, que estão alojados nos pulmões, é importante estimular a expulsão destes agentes e não reprimir a tosse. A tosse produtiva pode ter diversas causas e normalmente é consequência de uma infeção das vias respiratórias. No entanto, a bronquite crónica, normalmente causada pelo cigarro, também costuma refletir-se na tosse com expetoração. Como única forma do corpo expulsar a expetoração, e como mecanismo de defesa, a tosse é fulcral e não deve ser suprimida. Os mucolíticos, indicados para o tratamento de tosse produtiva, surgem como a única opção para ajudar na expulsão desses mucos das vias respiratórias inferiores e superiores. Os efeitos deste tratamento refletem-se na produção de um muco mais fluido, de modo a expulsá-lo mais facilmente. É importante salientar o facto de que, neste caso sintomático, é desaconselhado qualquer tratamento que reprima a tosse.

Não tome medicamentos sem consultar um farmacêutico, para que saiba ao certo quais os seus sintomas e para que o mesmo lhe indique o tratamento mais eficaz para o seu caso.
Fonte: Farmácia Saúde novembro 2014

domingo, 21 de dezembro de 2014

Infusão Frutos Vermelhos


Todo o poder antioxidante numa deliciosa infusão de  ingredientes naturais cuidadosamente controlados e sem conservantes. Com hibiscus, Rooibos, e frutas.

Imunogripe

Resultado da investigação mais recente, combina ingredientes ímpares no reforço do sistema imunitário, comprovadamente eficazes na ajuda ao combate de gripes e constipações de origem sazonal bem como de outras infecções virais e bacterianas.

domingo, 9 de novembro de 2014

Drenawell

O que é o Drenawell?
É um extracto aquoso de um complexo de plantas e L-Carnitina.

Para que serve?
A combinação perfeita de ingredientes para a eliminação saudável e equilibrada do excesso de líquidos e de ácido úrico.


quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Os mitos das dietas

Sempre que assunto é dietas ou perda de peso, há uma série de ideias preconcebidas: possivelmente já deve ter ouvido dizer que "a água durante as refeições engorda! ou "as barras de cereais são ótimas e não têm tantas calorias". São apenas dois exemplos de "mitos" sobre o bem ou o mal de determinadas práticas alimentares. Para esclarecer algumas dúvidas, convém saber o que é de facto real e o que constitui um mito da alimentação quando se quer fazer dieta.

Água durante as refeições engorda

Os nossos pais e avós sempre o disseram, mas, na verdade, a única coisa que beber água durante as refeições provoca é a sensação de barriga cheia, o que até pode ser positivo. Ao ingerir água, o seu estômago fica mais preenchido, dando a sensação de plenitude. Para além disto, a água contém 0kcal/100ml e alguns micronutrientes. Por esta razão, não é possível contribuir para a acumulação de gordura no seu corpo.

Não faz mal substituir o pão por bolachas

Nas casas de todos os portugueses, as bolachas são devoradas e são considerados os melhores snacks, e os mais rápidos e fáceis de preparar também. Até existem no mercado inúmeras bolachas ditas saudáveis, integrais ou sem açúcar. É verdade que existem algumas bolachas que, devido aos seus componentes integrais até serão melhores do que alguns tipos de pão. No entanto, as bolachas são produtos de pastelaria e são produtos processados. A substituição da ingestão de pão por tostas ou bolachas integrais pode muitas vezes ser uma armadilha.
O pão é habitualmente isento de gorduras e possui fibras que conferem maior saciedade do que as tostas ou bolachas, que, por seu lado, têm muitas vezes gorduras vegetais na sua composição. Um pão integral ou de mistura fornece aproximadamente as mesmas calorias que 4 tostas ou bolachas e é muito mais saciante, pelo que será necessário comer menor quantidade para atingir o mesmo grau de satisfação.
Para além disso, a regra deve estar na forma comedida com que se consomem bolachas ou pão. Não vale a pena comprar bolachas "light" se comer demasiadas de uma só vez. E quanto ao pão, a regra é a mesma. E atenção, numa fatia de pão o mais calórico será o que se coloca no pão e não o pão em si.
Há diferença entre uma fatia de pão com queijo fresco ou uma fatia de pão com compota, ou ainda com manteiga. Seja como for, se consumir bolachas evite comer pão. As duas opções aportam demasiados hidratos de carbono que se não forem gastos, com atividade física intensa, transformam-se em gordura.

Pode-se comer fruta à vontade

Existem muitas dietas que dão a indicação de que se é livre de comer toda e quanta fruta quiser. É uma convenção dizer que a fruta é saudável, mas existem frutos que são demasiado ricos em açúcar. Um adulto saudável precisa de ingerir entre 2 a 3 peças de fruta por dia, este seria o número ideal.
Mas se está a pensar perder peso, o número pode ser menor ou apenas variável. Consulte um médico especialista que o possa orientar. Lembre-se que 1 grama de açúcar equivale a 4 calorias. No Portal de Segurança Alimentar estão listadas as frutas com maior valor calórico por 100 gramas, como: abacate, banana, coco e figo, goiaba, maracujá. Já as maçãs, morangos, laranja, nectarina são frutas pouco calóricas e ainda menos o melão e a melancia.

As barras de cereais são muito saudáveis para a dieta

Estes snacks, supostamente ideais para quem quer perder peso, são de evitar, pois apresentam um elevado nível glicémico. Normalmente, quem quer emagrecer e complementa com exercício físico no ginásio, pensa que as barras de cereais são o melhor para manter a energia e compensar o estômago com a ingestão de fibra.
No entanto, este tipo de alimentos geralmente contém muitas calorias e quantidades grandes de açúcar. Grande parte da composição das barras de cereais são hidratos de carbono, e a fibra "deixa sempre um pouco a desejar". Porque têm um alto teor de sódio e de açúcar, são muito rapidamente digeridas e absorvidas pelo seu organismo, não saciando muito. Opte por comer fruta fresca com casca, prepare em casa e leve numa caixinha, para não se preocupar em descascar no balneário do seu ginásio.

Fonte: Farmácia Saúde, julho 2014

Como cuidar do seu coração

Devido aos elevados índices de colesterol, triglicéridos e pressão arterial,  cada vez mais há uma crescente preocupação por parte da população com o coração.
Um estilo de vida saudável, com uma dieta saudável e exercício físico, é o que melhor pode fazer pelo seu coração.

Vários estudos, demonstram que consumir Ómega-3 ajuda a proteger o seu coração.
Ómega 3 são óleos gordos essenciais à vida, mas, infelizmente o organismo não consegue produzir em quantidade suficiente. Os ómega-3 são obtidos essencialmente através de uma alimentação rica em peixes gordos, como é o caso da sardinha, salmão e atum e também através do óleo de peixe e vegetais.

Pelo facto de não se garantir níveis suficientes de Ómega-3 no organismo, a Fundação Portuguesa de Cardiologia considera que a toma regular de suplementos alimentares com Ómega-3, são uma mais valia para proteger o seu coração.

A BIOVIP, empresa Portuguesa, Certificada e PME Líder, tem sem duvida um dos melhores suplementos alimentares existentes no mercado.
Ómevital - Composto por borragem, linhaça (ómega 3 e 6, óleo de salmão (ómega 3), ómega 9 e vitamina E, ingredientes que favorecem as doenças cardiovasculares, perturbações da circulação sanguínea e colesterol.
Tome Ómevital, o seu coação agradece.
Para mais informações

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Multiusos - The Only One

The onlye one - poderoso bactericida, fungicida, cicatrizante, desodorizante. Um verdadeiro SOS para a pele maltratada.

 Um produto revolucionário e multiusos, de origem natural e sem compostos químicos adicionados, com reconhecidas propriedades assépticas e adstringentes. Essencialmente indicado para a prevenção e desenvolvimento de bactérias, este produto é muito eficiente como pós-depilatório, tratamento geral da pele, tratamento do acne, acção cicatrizante, desinfectante e anti-inflamatória. Também eficaz contra odores corporais (desodorizante natural) e fungos das unhas. Um produto único para as mais diversas situações com a vantagem de ser inodoro e inócuo.

Modo de uso:
Aplicar na zona a tratar com uma simples passagem.

Apresentação:
Frasco vaporizador de 150 ml.